Tontura na gravidez

É comum que as grávidas sintam tontura em algumas fases da gravidez, ou mesmo durante todo o período de gestação.

Por Clínica Pró Vita
09/01/2019 13h56

É comum que as grávidas sintam tontura em algumas fases da gravidez, ou mesmo durante todo o período de gestação. 

Embora esta seja uma sensação esperada, isso não significa que não se deva prestar atenção neste sintoma e deixar de tomar alguns cuidados básicos para evitar maiores problemas.

No início da gestação, a tontura é quase tão comum quanto o enjoo. Ela ocorre por conta das alterações hormonais que levam a uma diminuição da pressão arterial. Com isso, pode acontecer redução na quantidade de oxigênio no sangue, levando à sensação de vertigem e à necessidade de sentar ou deitar por alguns minutos.

A partir do segundo trimestre, o útero está maior e mais pesado por conta do bebê e passa a pressionar algumas artérias (o que também dificulta o fluxo sanguíneo ideal e provoca tonturas). 

Outra possível causa das vertigens é a alimentação inadequada e/ou muito espaçada, o que faz diminuir a taxa de glicemia na corrente sanguínea.

Mas, preste atenção! Se as tonturas passarem a ser muito intensas e constantes, é importante relatar ao seu médico!

Outra causa comum destes sintomas é a anemia, problema que precisa ser tratado pelo bem da saúde da mãe e do bebê. O mesmo vale para a falta de ar. Se você estiver com alguma dificuldade respiratória, procure o médico e relate o problema.

Em geral, a sensação de tontura passa em alguns minutos. Para isso, procure se deitar sobre o lado esquerdo do corpo (o que favorece o fluxo sanguíneo). 

Outra opção é se deitar de barriga para cima, com um grande travesseiro ou almofadas colocados sob as pernas.

Se não for possível se deitar, procure se sentar e abaixar a cabeça por alguns instantes. Isso favorecerá a chegada do sangue e do oxigênio ao cérebro, aliviando os sintomas da tontura.

Outra dica fundamental é não deixar o estômago vazio por muitas horas. Ingerir frutas e um lanche leve entre as refeições, além de beber muita água e sucos naturais, ajuda a aliviar a tontura, pois mantém a taxa glicêmica nos níveis ideais. O recomendável é nunca passar mais de três horas sem se alimentar.

Caso alguém recomende chás específicos contra a tontura, não aceite antes de consultar o médico. Algumas ervas que combatem esta sensação não fazem bem ao bebê e são proibidos durante a gravidez.

Caso você esteja em um local muito cheio ou abafado, busque a janela ou a saída mais próxima e procure respirar o ar mais fresco, deixando a ansiedade de lado. Respire fundo e relaxe e logo a tontura vai passar.

Se a tontura ficar mais severa e levar ao desmaio. Peca ajuda a algum conhecido! Se não for possível, não se intimide e peça ajuda a alguém que esteja por perto. Uma eventual queda pode levar a ferimentos e colocar o bebê em risco. 

Ainda assim, não se desespere. O desmaio muitas vezes é uma reação do organismo à necessidade de maior oxigenação no cérebro, obrigando a pessoa a se deitar. Em alguns poucos instantes, os sentidos são recobrados.

Para mais informações fale com um de nossos especialistas. Agende uma consulta!


(12) 3204-3666 / 99609-3666

[email protected]

ficou com alguma dúvida?

entre em contato